NOTÍCIA

300 mamíferos ainda a serem descobertos

300 mamíferos ainda a serem descobertos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Segundo um modelo preditivo desenvolvido pela Universidade da Geórgia (EUA) na Terra, haveria cerca de 300 espécies de mamíferos ainda não descobertas, a maioria concentrada em regiões tropicais.

"Com as taxas de extinção em alta, é extremamente importante ser capaz de encontrar novas espécies antes que desapareçam, se quisermos ser capazes de compreender o mundo em que vivemos", disse Molly Fisher, estudante de doutorado na Escola de Ecologia da Universidade da Geórgia e autora principal. do estudo.

O modelo desenvolvido é baseado na relação entre o número de descrições de espécies publicadas e o número e eficiência dos taxonomistas (os cientistas que descrevem e classificam as espécies) trabalhando em um determinado momento.

De 1760 a 2010

Fisher analisouregistros de descrições de espécies de mamíferos de 1760 a 2010 e contou quantos taxonomistas estavam trabalhando e quantas descrições de espécies foram publicadas a cada cinco anos dentro desse período. “Com esse método podemos ver o padrão de quantas espécies são descritas e como isso se relaciona com o número de taxonomistas que estão trabalhando em um período de tempo”, afirma.

A técnica estatística usada para desenvolver o modelo é conhecida como máxima verossimilhança. "A estimativa de probabilidade máxima calcula quantas espécies provavelmente produziram o padrão de descrição que vimos", acrescenta Fisher.

Após vários testes, ao aplicar o modelo com dados reais,obteve 5.860 espécies de mamíferos que existem atualmente, mais do que se acreditava. Eles então subtraíram o número de espécies conhecidas de mamíferos para chegar à cifra de 303 ainda a serem descobertas.

Descobertas por região geográfica

Seu próximo passo foi aplicar seu modelo a espécies por região geográfica com mapas de distribuição de espécies da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN). Seus resultados indicam queos trópicos contêm o maior número de espécies em geral, incluindo espécies menos conhecidas, e que a região Paleártica, que consiste principalmente da Eurásia, contém a maior porcentagem de espécies não descobertas.

Esta pesquisa orientaria os esforços dos cientistas para descobrir e proteger essas espécies potenciais.

Com informações de:


Vídeo: ALHO, GENGIBRE E ANIS ESTRELADO PARA EVITAR DOENÇAS NOS PÁSSAROS (Julho 2022).


Comentários:

  1. Neale

    Que frase... excelente

  2. Zotikos

    o absurdo pelo que isso

  3. Goltibar

    Quero dizer, você está errado. Escreva para mim em PM, discutiremos.



Escreve uma mensagem